sexta-feira, 1 de maio de 2009

essas negas que me fazem viajar

Viagem no sentido metafórico e real da palavra se é que você me entende, se não entendeu é mais ou menos assim: para uma nega me fazer viajar ela tem que me fazer viajar... então cada quilômetro rodado e cada pingo de gasolina/alcóol queimado no motor 1.0 do adelmóvel valeu a pena.

Bem, eu ando pra cacete pela grande Recife de carro, pra cima e pra baixo,: show, bar, casa de amigos, churras etc... Mas o maior uso do meu carro é por percursos do dia a dia, como ir ao trabalho, ir a reunião do mestrado e... ahn... ir ao trabalho. =)

Uma coisa eu não posso negar: tenho aprendido a ir a vários lugares de carro devido a relacionamentos/ficadas. Contando só ficantes já rodei mais de 1000 km só nos três últimos meses, pelo menos estão servindo para que eu aprenda a ir para vários lugares, vamos dar uma olhadinha.

Com ex-ex-namorada aprendi a ir até Tracunhahém, 60,7 km.

Com Elly fui até Jaboatão, 13,7 km

...e Itamaracá, 52,3 km.

Com Carol fui ao Curado IV(!), 13,4 km.

E finalmente com pessoa*, que é de João Pessoa, fui a ao Cabo Branco - PB, 130 km

e Tambaba-PB, que não achei no maps, na parte não nudista.

Estou ficando rodado, com duplo sentido.
*Edit: pediu pra eu tirar o nome, normalmente eu mandaria um: "me processe", mas...

Um comentário:

Erika disse...

nossa com i cadapalavra disso tudo quem naum se deu ao trabalho(prazer) de ler perdeu um modo muito significativo e bem relatado de uam noite num show.
adorei nerd